São Paulo I Espetáculos em destaque

   Atenção!
Aleluia: Um Estouro de Mulher
Quem não conhece uma mulher que se divide em mil para dar conta da família e dos afazeres domésticos e esquece de se priorizar?  Eduardo Martini encarna uma personagem tipicamente brasileira: a mãe de família, que se sacrifica pelo marido e pelos filhos, que faz de tudo para manter a casa em ordem. Domingos às 19h no Teatro União Cultural. Até 31 de julho. Saiba mais

O Anjo de Cristal

Era para ser uma noite comum na vida de Isadora, uma jovem acompanhante de luxo que atende em um flat dos Jardins. A normalidade é interrompida com a chegada do tímido e misterioso Marcos que, ao contrário de qualquer outro cliente, parece mais interessado em sua história de vida do que em qualquer contato físico. Quintas às 20h no Teatro União Cultural. Até 25 de agosto. Saiba mais

 
 
A Última Sessão de Freud    
 
 
   

O instigante texto do premiado autor americano Mark St. Germain revela um encontro fictício entre Sigmund Freud (Odilon Wagner), o pai da psicanálise, e o escritor, poeta e crítico literário C.S.Lewis (Claudio Fontana), dois intelectuais que influenciaram o pensamento científico filosófico da sociedade do século XX. No gabinete de Freud, na Inglaterra, eles conversam sobre a existência de Deus, mas o embate se expande por assuntos como o sentido da vida, natureza humana, sexo, morte e as relações humanas, resultando em um espetáculo sarcástico e irônico que se conecta profundamente com o espectador com através de ferramentas como o humor e o resgate da escuta como ponto de partida para uma boa conversa. Durante esse diálogo, Sigmund Freud, crítico implacável da crença religiosa, e C.S. Lewis, renomado professor de Oxford, crítico literário, ex-ateu e influente defensor da fé baseada na razão, debatem, de forma apaixonada, o dilema entre ateísmo e crença em Deus. O texto de Mark St. Germain é baseado no livro “Deus em Questão”, escrito pelo Dr. Armand M.Nicholi Jr. - professor clínico de psiquiatria da Harvard Medical School. Freud quer entender porque um ex ateu, um brilhante intelectual como C.S. Lewis, pode, segundo suas palavras, “abandonar a verdade por uma mentira insidiosa” - tornando-se um cristão convicto. Direção de Elias Andreato.

A brilhante trajetória de muitas artes, vidas e afetos da saudosa artivista travesti paulistana Claudia Wonder (1955-2010), considerada um poderoso símbolo de luta e (re)existência da comunidade LGBTQIA+, é celebrada pela atriz Wallie Ruy no espetáculo Wonder!!! Vem pra Barra Pesada. Em cena também está a banda formada por Felipe Botelho, Amanda Ferraresi e NBKÊ. Claudia era reconhecida por suas letras bem politizadas e por performances extremamente impactantes e atuou no rock underground paulista, no cinema, no teatro e na literatura, sempre intimamente ligada com as vivências da população LGBTQIA+. Ela também denunciava a violência contra  os homossexuais e travestis, durante a epidemia de HIV/Aids. “Claudia Wonder chega até nós para convocar sua presença no tempo presente. Evocar essa artista ímpar hoje é chamar à luz seu legado, que permanece latente, nas potencialidades de diversos artistas do teatro, da música, das artes visuais, do vídeo e da moda. Wonder contribuiu com a efervescência de sua arte para denunciar na sua música um Brasil que “cuspia no prato em que comia”. Outra referência importante para a montagem foi o documentário “Meu Amigo Claudia” (2009), de Dácio Pinheiro, que resgata esse legado e que pode ser visto através deste link. Dramaturgia e idealização: Wallie Ruy. Direção, dramaturgia e autoria: Rafael Carvalho.

     

Teatro Porto - Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos. Sextas às 20h; sábados às 17h e 20h; domingos às 18h. Ingressos  a partir de R$ 25,00 (meia), vesperais de sábado. Duração: 80min. Classificação: 12 anos. Até 7 de agosto..

 

Teatro Alfredo Mesquita (dias 1º, 02 e 03/7) e Complexo Cultural Funarte SP (de 8 a 17 de julho). Sextas e  sábados às 20h e domingos às 19h. Ingressos: Gratuitos.   Duração: 120min. 12 anos. Confira a agenda completa.


São Paulo I Nos palcos
A Golondrina
 

Inspirada no ataque homofóbico que aconteceu no Bar Pulse em Orlando, Fl., "A Golondrina" volta em cartaz em São Paulo. Sucesso de crítica e de público, a peça é estrelada por Tania Bondezan, que também assina a tradução e ganhou o Prêmio Shell 2019 por este papel, e Luciano Andrey. O espetáculo já foi montado em Londres, Espanha, Grécia, Porto Rico, Peru, Uruguai entre outros países. Em cena, o emocionante encontro de Ramón, sobrevivente de um ataque praticado por homofóbicos em um bar gay, com Amélia, uma severa professora de canto, que também tem sua história ligada a esse trágico evento. Os personagens vão revelando detalhes de suas histórias, que se entrelaçam como num quebra-cabeças.

Teatro Fernando Torres – Rua Padre Estevão Pernet, 588, Tatuapé. Sextas e sábado, às 21 horas. Domingos às 19h. Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia). Duração: 100 min. 14 anos. De 3 de junho a 31 de julho.

         
Tebas
 

Em Tebas a Cia. Elevador cria um entrelaçamento das três peças que compõem a Trilogia Tebana: Édipo Rei, Antígona e Édipo em Colono, que discutem os alicerces fundamentais de nossa sociedade: tirania e democracia; patriarcado, território e exílio; destino e livre arbítrio. Nessa nova dramaturgia, Édipo está nos três tempos vivenciando os dilemas, os mistérios, as dores, as perdas, as guerras, as angústias que atormentam Tebas e seus habitantes. Uma figura humana que vê e revê incessantemente as causas e consequências de suas escolhas, e o Coro, interpretado por um único ator, que assim como Édipo, perpassa os tempos. Com Marcelo Lazzaratto (autor e diretor), Carolina Fabri, Eduardo Okamoto, Pedro Haddad e elenco.

Espaço Elevador - Rua Treze de Maio, 222, Bela Vista. 6ª e sábados às 20h. Domingos, às 19h (sessão extra no dia 7/7, às 20h). Ingressos: grátis através do site Sympla.  12 anos. 170 minutos. Cap. 32 lugares. Até 17/7.

          
Simplesmente Clô
 

Eduardo Martini continua em cartaz em São Paulo com o seu já consagrado espetáculo solo onde narra passagens da vida e trajetória artística do estilista e apresentador de TV Clodovil Hernandes (1937-2009). O espetáculo foi dirigido por Viviane Alfano e escrito por Bruno Cavalcanti e nele Clodovil realiza um inventário de sua vida e suas criações ao longo de mais de 40 anos de carreira, mesclando criações pioneiras na moda, o sucesso na televisão e o êxito em seu primeiro mandato como deputado federal enquanto se depara com lembranças de sua vida e fatos pouco conhecidos do público. Eduardo Martini estreou o espetáculo em novembro de 2020 e desde então "Clô" é sucesso em São Paulo, Rio e em várias outras cidades do Brasil! Não perca!

Teatro União Cultural Rua Mário Amaral 209, Paraíso. Todos os sábados às 21 horas.  Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia). Duração: 70min. Classificação: 14 anos. De 2 a 30 de julho. Ingressos: Sympla


Trem Selvagem
 

O Projeto Trem Selvagem reúne as atrizes Denise Dietrich e Bruna da Matta, que mostram suas experiências através de dois solos: Aquele Trem, protagonizado por Denise e dirigido por Erica Montanheiro, e Selvageria: O Nascimento do Outro, estrelado por Bruna e dirigido por Maria Giulia Pinheiro. Em cena, a partir de seus diferentes olhares e vivências, as atrizes-criadoras discutem vários temas relacionados ao sentimento de abandono, exaustão, desejo de liberdade e medo. Elas investigam questões como o que se espera de uma menina e o que se exige de uma mãe. E o resgate de suas memórias vai reconstruindo o caminho até as mulheres que são hoje. Em seguida, o Teatro de Contêiner abre mostra com solos femininos.

Teatro de Contêiner - Rua dos Gusmões, 43, Luz. De sábado a segunda, às 19h (Aquele Trem) e às 20h30 (Selvageria). Ingressos para os dois solos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada). Temporada: 18 de junho a 4 de julho.

         
 

Reestreia. Quando o renomado psiquiatra Marco Polo vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, ele é desafiado a estudar a mente do homem mais famoso da história: Jesus. Marco Polo, um dos maiores ateus da atualidade, se recusa, alegando não discutir religião, mas é instigado por uma plateia de intelectuais a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, ele aceita o desafio e é montada uma mesa-redonda, composta por brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião.  A adaptação para os palcos é do próprio autor do livro Augusto Cury. No elenco estão Daniel Satti, Francis Helena Cozta, Renan Rezende, Murilo Inforsato, Priscila Dieminger e Pietro Alonso

Teatro Gazeta - Avenida Paulista, 900, Bela Vista. Sábados às 20h30 e  domingos, às 19h  Ingressos: R$ 90,00 (inteira) e R$ 45,00 (meia). Duração: 85 min. 10 anos. Curtíssima temporada de 12/6 a 10 de julho.

          
Foxfinder - A Caça
 

Encenado pela primeira vez em 2011, e montada em vários países, o texto “Foxfinder” foi responsável por revelar o trabalho de Dawn King para o teatro britânico e recebeu inúmeras premiações incluindo o prêmio de dramaturgia da Royal National Theatre Foundation (2013). A obra é uma parábola distópica sobre o lugar do medo na dominação de um povo e os caminhos para instalação do fascismo em uma sociedade em decadência. A trama se passa em uma fazenda inglesa ameaçada pela crise da produção de alimentos que recebe a visita do inspetor William Bloor, um agente do Estado responsável por fiscalizar as propriedades agrícolas. Direção: Wallyson Mota. Com Carolina Fabri, Eduardo Mossri, Carol Vidotti e Ernani Sanchez.

Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363, Bom Retiro. De segunda a quarta às 20h. Duração: 80 min. 14 anos.  Ingressos grátis distribuidos uma hora antes da sessão. Cap. 35 lugares. De 20 de junho a 6 de julho.


São Paulo I Mais teatro para você!  
A Alma Imoral   Trava Bruta   Um Arco-íris...   O futuro chegou ontem
     

A atriz Clarice Niskier volta aos palcos com a peça “A Alma Imoral”, de Nilton Bonder, que nos faz refletir sobre o certo e o errado, a obediência e a desobediência, a tradição e a transgressão, etc. Até 28 de julho no Teatro Eva Herz. Saiba mais

 

Após passar por dois dos maiores eventos de artes cênicas do Brasil,  o solo de Leonarda Glück, que parte da experiência transexual da autora, ganha uma nova temporada em São Paulo, a partir de 22/7 no Sesc Belenzinho. Saiba mais

 

A peça "Um arco-íris colorindo o céu" mostra o cotidiano de uma pessoa que se esforça para manter a rotina como moradora de um prédio, numa situação totalmente inusitada. Texto e atuação: Eloisa Elena. Estreia dia 8/7 no Sesc Ipiranga. Saiba mais

 

Um pierrô maltrapilho do terceiro mundo está abandonado à própria sorte no meio da avenida por onde sua escola de samba desfilou em um tenebroso último carnaval. Criação e atuação: Kleber di Lázzare. Na Giostri Livraria Teatro. Saiba mais

 

SÃO PAULO ESTÁ REPLETO DE BONS ESPETÁCULOS E O SHOWGUIDE TRAZ O QUE HÁ DE MELHOR PARA VOCÊ!

Este site é melhor visualizado na resolução padrão de 1366 x 768 pixels.
Showguide
 ® 2001-2022. Todos os direitos reservados