Rio de Janeiro I Espetáculos em destaque

Carne de Segunda

 

Com uma abordagem não-óbvia para falar sobre a violência contra a mulher a peça, surgida a partir de uma notícia de jornal cuja manchete dizia que uma mulher do interior havia destrinchado o marido, chega à cena teatral embalada por mãos femininas. Com interpretação de Tatiana Vereza, escrita por Marina Monteiro e dirigida por Natasha Corbelino, a peça conta a história de uma moradora de uma cidade pequena que decide ser açougueira, profissão incomum para mulheres. Num lugar onde todos sabem da vida de todos, não é segredo que ela vive fugindo do marido por conta da violência doméstica. Uma mulher que toma as rédeas de sua própria vida apesar de tudo que falam sobre ela. Ao longo da peça, a plateia descobre a trajetória dessa açougueira, que durante muito tempo usou seu instrumento de trabalho para destrinchar carnes.

Teatro Ruth de Souza  (Centro Municipal Parque das Ruínas) Rua Murtinho Nobre 169 - Santa Teresa. Sexta-feira e sábado às 19h; domingo às 18h. Ingressos grátis no local. Classificação: 14 anos. 50min. 70 lugares. Até  28 de agosto.


 
 
Judy, O Arco-Íris é Aqui
 

Considerada um dos maiores nomes da era de ouro de Hollywood, e mãe da também atriz e cantora Liza Minnelli, Judy Garland se eternizou pela carreira brilhante iniciada ainda na tenra infância, crescendo acompanhada pelos olhos de um mundo inteiro, até o final. Sua atuação aos 16 anos como Dorothy no filme “O Mágico de Oz” (1939), e sua interpretação para a canção “Over The Rainbow” tornaram-se um clássico, e marco definitivo na indústria cinematográfica. Em seus 47 anos de vida, Judy Garland atuou em 38 filmes. Este mesmo público que acompanhou suas glórias, foi também testemunha das suas tragédias familiares e da luta contra as drogas e o álcool, mas pouco sabe sobre o humor e inteligência agudos de Judy, uma mulher que sabia rir de si mesma.  “Judy - o arco-íris é aqui” quer falar dessa faceta pouco conhecida da estrela, e da capacidade de todo ser humano de se reinventar e se redescobrir, assim como fez Judy, muitas vezes longe do olhar do seu público. E também fazer uma reflexão sobre as lutas diárias do artista, especialmente o brasileiro, desde sempre e mais ainda neste momento que o Brasil atravessa. Texto e direção: Flavio Marinho. Elenco: Luciana Braga. Direção musical: Liliane Secco.

Teatro Vannucci Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea). Sextas e sábados às 21h e domingo às 20h. Ingressos:  R$ 90,00 (inteira) e  R$ 45,00 (meia),  12 anos.  Duração: 90min. Até dia 25 de setembro.

 
Marilyn, por trás do espelho

O espetáculo solo da atriz Anna Sant´Ana, tem direção de Ana Isabel Augusto, encenadora portuguesa com mais de 25 anos de experiência, diretora-fundadora do grupo de teatro do ISCTE-IUL, de Lisboa, em atividade há mais de 20 anos. Ana Isabel veio ao Brasil especialmente para dirigir a montagem. Através da história de Marilyn Monroe, estrela mundial do cinema e mulher-ícone do século XX, a peça convida a uma reflexão sobre solidão e depressão, temas atuais e urgentes no mundo contemporâneo e investiga uma Marilyn menos conhecida, para além do glamour que a eternizou. Os medos, a solidão, o desejo de ser mãe, a luta pelo reconhecimento na carreira, o abandono, os relacionamentos abusivos, a baixa autoestima, temas universais que se conectam com o público. Nascida Norma Jeane Mortenson em 1926, Los Angeles, Marilyn Monroe tornou-se uma das maiores estrelas de cinema de Hollywood e um dos maiores símbolos sexuais do século XX, imortalizada pelos cabelos loiros e curvas generosas. Apesar de sua carreira ter durado somente uma década, seus filmes arrecadaram mais de duzentos milhões de dólares até sua morte inesperada em 1962, aos 36 anos. Dramaturgia: Daniel Dias da Silva.

Teatro Sesi Tijuca - Av. Armando Lombardi, 350 (Shopping Barra Point). Quinta, sexta, sábado às 19h; domingo às 18h. Ingressos:  R$ 30,00 (inteira) e  R$ 15,00 (meia). 16 anos.  Duração: 800min. De 04 a 28 de agosto.


Rio de Janeiro I Em cartaz

 

Os Homens Querem Casar... 2
 

Assistida ao longo de 14 anos por 2,5 milhões de pessoas em 150 cidades do Brasil, além de Nova York, Miami e Boston, a peça "Os Homens Querem Casar e As Mulheres Querem Sexo" ganhou continuação e vem repetindo o mesmo sucesso. Se na primeira versão Jonas (Carlo Simões) entra em crise após ser abandonado no altar pela terceira vez e se desespera por constatar que é apenas usado sexualmente pelas moças independentes, agora na segunda parte, duas revelações mudam sua vida. Ele encontra Deus (Camila Santanioni) e descobre que, além de mulher, o Divino é cearense do jeito que sempre sonhou. É quando Deus propõe a Jonas passar a sentir tudo que as mulheres sentem para entender, enfim, a visão feminina sobre o universo masculino.

Teatro dos Quatro - Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea). Excepcionalmente esta semana: Sexta e sábado às 21h. Domingo às 20h.  Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia). 14 anos. 90min. Até  20/08.

 
Simples Assim
 

Celebrando o reencontro com o público, a comédia retorna ao Rio em curta temporada no mesmo teatro em que estava em março de 2020 quando foi interrompida pela pandemia. Marcada por histórias entrelaçadas, a peça apresenta figuras simultaneamente distópicas e reais, como um casal que apenas interage pelo celular, uma mulher que contrata uma dublê de si mesma e uma jovem que decide viajar para Marte e abandonar o amante. Uma divertida comédia, que reflete sobre o cotidiano com humor e afeto para melhor enfrentar a época em que vivemos. Baseado na obra de Martha Medeiros, o texto foi adaptado pela própria autora, ao lado de Rosane Lima. A direção Artística é de Ernesto Piccolo. No elenco estão: Julia Lemmertz, Georgiana Góes e Pedroca Monteiro.

Teatro dos Quatro - Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea). Sexta e sábado às 20h. Domingo às 19h. Ingressos: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia). 12 anos. 75min.  Curta temporada de 12 a 21 de agosto.

 
As Metades da Laranja
 

Uma deliciosa comédia musical idealizada por Tauã Delmiro, costurada por grandes clássicos da música romântica. A narrativa satiriza os clichês do gênero melodramático e se apropria dessa linguagem para refletir sobre amores tóxicos. A partir da jornada de Dom e Linda, a trama de ciúmes é permeada por revelações e conduz o espectador a um final surpreendente. Toda a encenação é estruturada em torno da interpretação dos atores Analu Pimenta, Victor Maia e Tauã Delmiro, que se revezam no papel de todos os personagens da narrativa e fazem isso sem usar qualquer objeto cenográfico, explorando as possibilidades corporais e o humor que nasce da relação entre os intérpretes. Direção musical: Tony Lucchesi. Venha assistir com ou sem a sua metade da laranja!

Teatro Prudential - Rua do Russel, 804, Glória. Terças e quartas às 20 horas. Ingressos entre 25,00 e R$ 35,00 (meia) e R$ 50,00 e  R$ 70,00 (inteira). Classificação: 12 anos. Duração: 80min. Até 7 de setembro.


O Espectador
 

Antes de tudo, ‘O Espectador’ é um espetáculo sobre celebração, encontros e reencontros inspirado na obra do romeno Matèi Visniec e reúne um quarteto de peso fromado por Marieta Severo, Renata Sorrah (juntas pela primeira vez em um trabalho), Ana Baird e Andrea Beltrão. Um  espetáculo-encontro que se completa com o público, cuja presença será celebrada e servirá de motor para toda a encenação, situada em um tribunal de júri. Em um jogo teatral entre palco e plateia, as quatro atrizes se revezam em personagens como advogados de acusação e defesa, juízes e testemunhas. O réu é um espectador, que não sabe do que está sendo acusado. A direção conjunta é de Enrique Diaz e Marcio Abreu e a peça marca a reabertura do Teatro Poeira após a pandemia..

Teatro Poeira -  R. São João Batista, 104 - Botafogo. Quintas, sextas e sábados às 21 horas e domingo às 19 horas. Ingressos: R$ 100,00 (inteira) e  R$ 50,00 (meia). Classificação:  14 anos.  Dur: 90 min. Até 2 de outubro.

 
19 maneiras de dizer eu te amo
 

Último texto escrito por Artur Xexéo para o teatro e é uma crônica musical com citações de textos românticos e divertidos de autores importantes da literatura nacional e internacional. Através de textos de Drumond, Fernando Pessoa, Machado de Assis, Baudelaire, Olavo Bilac, entre outros, o ator-cantor Tadeu Aguiar conduz o espetáculo, contando histórias divertidas e emocionantes desses poetas e canta, acompanhado por um DUO violão (João Callado) e Acordeão (Kiko Horta), músicas do repertório romântico nacional. Compositores como Silvio Cesar, Flavio Cavalcanti, Roberto Carlos, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Evaldo Gouveia e Jair Amorim emprestam suas canções e levam o público a uma viagem amorosa e ao resgate das músicas que estão na memória do espectador brasileiro.

Teatro dos Quatro - Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea). Quartas e quintas às 20h. Ingressos: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia). Classificação: 12 anos. Duração: 90min. Temporada de 03/8 a 29/09

 
O Cálice
 

Após um hiato de dois anos fechado em função da pandemia, O Tablado - um celeiro de grandes atores - celebra seu retorno à cena com a estreia de uma nova peça em temporada. O Cálice, foi o espetáculo escolhido para este momento, é livremente inspirado no filme "Monty Python -Em Busca do Cálice Sagrado" e traz um elenco de vinte e nove jovens e promissores atores, com direção de Cacá Mourthé e texto de Lucas Barbosa. A história que retrata Rei Arthur reunindo os cavaleiros da Távola Redonda para juntos encontrarem o Santo Graal. O Cálice é voltado para o público jovem e conta a jornada de Rei Arthur junto aos cavaleiros da Távola Redonda na busca do Cálice Sagrado. Uma aventura com muito humor, guiada por uma banda ao vivo e músicas criadas por Lincoln Vargas.

Teatro Tablado - Av Lineu de Paula Machado, 795. Sábados e domingos às 20 horas.  Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$20,00 (meia).  Classificação: 14 anos. Duração: 60min. De 9 de julho a 28 de agosto.


A Tropa
 

Um pai doente recebe a visita dos quatros filhos no hospital. O que seria apenas um encontro em função de um parente debilitado se revela um acerto de contas familiar, permeado de humor e afeto, tendo como pano de fundo os últimos 50 anos de História brasileira. Num quarto de quarto de hospital pai e filhos se veem confinados e expõem suas enfermidades - ideológicas, sociais, afetivas e familiares e esse embate familiar evidencia a trajetória de cada um dos personagens. O espetáculo já passou por oito cidades do Brasil nos últimos anos e arrebatou mais de 10 mil espectadores  e celebra agora os 55 anos de carreira de Otavio Augusto. Texto: Gustavo Pinheiro. Direção: Cesar Augusto. Com Otavio Augusto, Alexandre Menezes, Daniel Marano, Alexandre Galindo e André Rosa.

Teatro PetraGold - Rua Conde de Bernardote, 26 - Leblon   Sextas-feiras às 20h30. Ingressos: R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia). Duração: 80min. Classificação: 14 anos. Até 26 de agosto.

 
Na Medida do Possível
 

Numa madrugada de insônia, uma mulher madura reflete sobre seu processo de afastamento do mundo, iniciado anos antes do começo da pandemia e da necessidade de isolamento social. Esse é o ponto de partida do monólogo “Na medida do impossível”  que leva à cena uma discussão bem-humorada sobre saúde mental, solidão e os medos que enfrentamos diante de uma vida que recomeça. Com direção de Victor Garcia Peralta, a autora e atriz Luciana Fregolente volta aos palcos depois de 10 anos na pele de uma tradutora de livros, casada e mãe, que expõe sua crescente dificuldade em se conectar com o ser humano. “Criei uma mulher que vive sua própria pandemia, não sai mais de casa por causa de uma síndrome do pânico. Uma mulher que criou sua própria prisão", diz Luciana.

Teatro Candido Mendes -  Rua Joana Angélica, 67, Ipanema. Sextas e sábados às 22h. Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e  R$ 30,00 (meia). Classificação: 14 anos. Duração: 55min. De 01/7 a 01/10.

 
100% Cacau
 

Depois do sucesso na tv e no cinema, a divertidíssima comediante Cacau Protásio, a Terezinha do seriado "Vai que Cola" na TV, agora quer levar toda sua alegria e talento para os palcos do Brasil. Estreando o seu espetáculo “100% Cacau``, ela promete boas gargalhadas do público com história hilárias reunidas em sua trajetória. Já participou de diversas peças e montagens, dentre elas a aclamada pelo público e crítica “Trair e Coçar e Só Começar”. No cinema, Cacau participou de vários filmes, merecendo destaque os sucessos de bilheteria: “Vai que cola - o Filme ( 1 e 2)”, "Os Farofeiros” e recentemente deu vida a “Nega Juju”, no filme “No Gogó do Paulinho e protagonizou “ Juntos e Enrolados” com Rafael Portugal. Cacau,  garante que quem for ao show não irá se arrepender!

Teatro Miguel Falabella - Av. Dom Hélder Camara, 5332 (Norte Shopping) -  Sexta e sábado às 21h; domingo, às 19h .Ingressos: R$ 60,00 (sextas) e R$ 80,00 (sab/dom). 14 anos. Duração:80min. Até 31 de agosto.


Showguide Mix I Escolha pelo gênero

Comédia

 

Drama

 

Musical

 

Comédia

     
 

OS ESPETÁCULOS ESTÃO DE VOLTA E O SHOWGUIDE ESTÁ JUNTO COM VOCÊ. VÁ AO TEATRO!

Este site é melhor visualizado na resolução padrão de 1366 x 768 pixels.
Showguide
 ® 2001-2022. Todos os direitos reservados