Atenção: estamos reformulando nosso site e por isso algumas seções podem ainda não estarem disponíveis.

 
Conferindo as Estantes
A Casa: A História da Seita de João de Deus
Autor: Chico Felitti

Em Abadiânia, são comuns relatos sobre pessoas que sumiram após se indispor com João de Deus. Diversos moradores tiveram seus bens confiscados por capangas após brigar com a figura mais poderosa da cidade. Como muita gente enriqueceu graças aos milhares de dólares dos turistas estrangeiros, o silêncio impera na região. Durante o processo de apuração, ao longo do ano de 2019, o autor Chico Felitti visitou a cidade meia dúzia de vezes. Passou uma semana dentro da seita. Saiu de lá com uma reportagem brilhante, capaz de revelar as entranhas de um líder à brasileira: corrupto e empreendedor, criminoso e carismático, sedutor e profundamente cruel. Editora Todavia, 264 páginas.

Dez Drogas
Autor: Thomas Hager

No livro "Dez Drogas: As Plantas, os Pos e os Comprimidos que mudaram a história da Medicina" Thomas Hager parte do ópio, a “planta da alegria” usada pela primeira vez há 10 mil anos, para narrar o impacto que dez drogas exerceram - e seguem exercendo -no mundo. Assim, acompanhamos de perto a descoberta das vacinas, e como elas eliminaram a mais letal doença que já atingiu a humanidade (a varíola), passando também pelo primeiro remédio para sífilis, que causou uma verdadeira revolução nos costumes da época, e pelo desenvolvimento dos antipsicóticos, que esvaziaram hospitais psiquiátricos e transformaram nosso entendimento sobre a mente humana. Editora Todavia, 2020. 334 páginas.

 
Se Beber, Não Ligue
Autora: Penelope Ward

O livro traz uma história leve, quente e divertida sobre uma mulher que resolve ligar para o ex-crush após exagerar na bebida. Nesse trabalho, Penelope Ward, autora best-seller do jornal New York Times, conta a história de Rana Saloomi, uma mulher solteira de 26 anos que depois de tomar umas taças de vinho a mais, resolve ir atrás de Landon Roderick na internet. Ela consegue o telefone dele e o que era para ser um trote se tornou uma chamada em que ela despejou em cima dele todos os sentimentos que reprimiu a vida toda. Editora Globo Livros, 256 páginas.

Antologia Dark
Autor: Cesar Bravo

O consagrado Stephen King escreveu mais de sessenta livros e seu nome está no Guinness Book como o autor vivo com o maior número de adaptações para o cinema. Leitores sedentos por calafrios e pesadelos, histórias sinistras, cheias de personagens complexos e duvidosos... Um autor de mão-cheia, e um legado incomparável. O Homem do Maine inspirou grandes nomes do terror contemporâneo e se infiltrou no inconsciente de todos nós. á ser arrancado.  "Antologia Dark" é uma homenagem à obra de Stephen King e um agradecimento por suas palavras terem formado leitores e vidas.  As ilustrações exclusivas do brasileiro Hokama Souza- já conhecido dos darksiders pelo seu trabalho em Medo Clássico: Edgar Allan Poe Volume 2 ― emprestam sua aura obscura aos contos. Lançamento: Editora Darkside, 2020, 224 páginas.

 
Cronicas Flamengas
Autor: Marcelo Dunlop

Como um time bem montado influi na economia do país. A noite gélida em que o Flamengo foi eliminado em ritmo de tango. A primeira pelada do rapazola Zico no melo dos medalhões da seleção. Como assistir a um jogo na TV com sete segundos de delay. O curioso caso do torcedor rubro-negro que, atarantado por uma goleada do tempo de Jesus, foi embora no intervalo. E ainda: o dia em que Garotinho (José Carlos Araújo!) Narrou um jogo com soluços, a aventura de um feliz cata-latas no Maracanã e até uma carta enviada por correio para a Rainha da Inglaterra. Essas e outras crônicas (quase) esportivas estão no livro Crônicas Flamengas de Marcelo Dunlop. Uma obra para todos, menos alguns. Editora Jovens Escribas, 2020. 135 páginas.

Segredos
Autor: Domenico Starnone

Anos 1970, Itália. Pietro tem 33 anos e é professor numa escola na periferia da da cidade de Roma. Ele mantém um relacionamento tempestuoso com Teresa, dez anos mais nova, uma ex-aluna brilhante e independente que parece o tempo todo testar seus limites. Certa ocasião, Teresa propõe um jogo: que eles compartilhem um com o outro o seu segredo mais obscuro. Poucos meses depois de se confessarem, o romance acaba. Pietro se envolve então com Nadia, uma jovem que lhe transmite segurança e com quem ele acabará se casando e tendo filhos: ela nunca seria capaz de remexer em suas coisas, ao contrário da antiga namorada. Um lançamento da Editora Todavia, 2020. 152 páginas.

 
A Bola e o Verbo
Autor: Rodrigo Viana

No livro A Bola e o Verbo, Rodrigo entrelaça três temas bastante caros a todos os brasileiros: literatura, futebol e jornalismo. Analisando crônicas de mestres como Mário de Andrade, Lima Barreto, José Roberto Torero e João Saldanha, o autor mostra como a crônica de futebol se instalou na imprensa brasileira e os desdobramentos desse movimento para nossa literatura e para o jornalismo. Com prefácio de Juca Kfouri e apresentação de Ignácio de Loyola Brandão, o livro conta ainda com o endosso de Roberto Cabrini e Alberto Dines. Um clássico. Editora: Summus Editorial, 2019, 80 páginas

Horas Vagas
Autor: Marcio El Jaick

Livro escrito por Marcio El Jaick, que retrata uma época de relações descartáveis, aplicativos de encontro e doenças crônicas controladas, e onde o designer/artista plástico Sérgio adotou o cinismo para intermediar seu contato com o mundo. Aos 44 anos, ele passa as noites com a sua melhor amiga, Joyce, divagando sobre a vida e zapeando todos os canais de televisão. Dividido em 3 partes cronologicamente distintas, entre referências pop, experiências dolorosas e diálogos sagazes, o novo romance de Márcio El-Jaick nos oferece o retrato de alguém se debatendo com a autodeclarada incapacidade de se arriscar para o amor. Editora GLS, 2020, 184 páginas.

 

Livros em Destaque

Ela, eles e todos Nós

 

O livro é uma viagem por mares revoltos, eu conta histórias de seres humanos não adaptados à vida que costumamos definir como normal. Uma tentativa de enfrentar os abismos que interrompem trajetórias que pareciam destinadas ao sucesso e à felicidade. A partir de textos deixados por sua mãe, a autora constrói uma narrativa de memórias que conduzem o leitor a um labirinto de sensações e fotografias imaginárias de afetos e conflitos. Um quebra-cabeças de emoções reveladas, mas não resolvidas. Saiba mais.

Autores:
 Tania Celidonio e Marina Celidonio
Editora Charlie Black, 124 páginas

 

Os Vivos e os Outros

O autor desse livro nunca foi tão longe no lirismo da sua prosa. Para onde vamos depois do fim? Talvez para uma pequena ilha, pois, como diz uma das personagens deste romance, "depois que o mundo acabar, recomeçará nas ilhas". O cenário é o da beleza única e mágica da Ilha de Moçambique, onde acontece um festival literário que reúne três dezenas de escritores africanos que, na sequência de uma violentíssima tempestade no continente e de um evento muit trágico, permanecerão totalmente isolados durante sete dias

Autor:
 José Eduardo Agualusa
252 páginas

 


O Roubo da Taça

E-book Amazon  

No ano em que comemoramos os jubileu de de ouro do nosso tricampeonato mundial de futebol, a Charlie Black Editora estreia no mercado literário e lança "O Roubo da Taça - Preconceito, Tortura, Extorsão”, do jornalista Wilson Aquino. Nesse livro, Wilson descreve os lances que antecederam o roubo da Taça Jules Rimet, na sede da CBF, em 1983, bem como revela detalhes da investigação do crime que abalou o Brasil e o mundo. A versão impressa é vendida somente no site da editora, por  R$ 32,00 e com o cupom GUIDE o livro sai por 25,00.O frete é grátis.

Autor:
Wilson Aquino
Editora Charlie Black, 140 páginas

 

Marina Miranda - Além da Crioula Difícil

Hoje com 90 anos, Marina foi a primeira humorista negra que alcançou destaque na televisão brasileira – famosa ao lado do colega Tião Macalé, no quadro Crioulo e Crioula Difícil, do programa cômico Balança mas Não Cai. Marina iniciou a carreira nos anos 1950, cantando ópera na Rádio Nacional. Mas consagrou-se como intérprete de marchinhas, o que alavancou sua carreira de comediante. Era conhecida como a “Grande Otelo de Saias” e “Josephine Baker brasileira”. O livro foi escrito pelo produtor cultural e jornalista carioca Clóvis Corrêa.

Autor:
Clóvis Corrêa
Editora Funarte. 168 páginas

 


Caraminholas

 

Caraminholas é o início daquela volta bem no fundo da cabeça.  Uma coletânea de textos em prosa e poesia em linguagem informal, extraídos de cadernos e diários escritos entre os anos de 2014 e 2020 no qual a autora fala de vida, sociedade, paixões, fugas, amor perdas e partidas, coragem, superação e sonhos, as loucuras momentâneas e as que permanecem até hoje. Livro de estreia de Luma Aplevicz, roteirista, produtora audiovisual paranaense, no qual expõe de modo cru e poético seus anseios, medos, inquietudes e  desejos mais profundos.

Autora:
Luma Aplevicz
176 páginas

 

Ser Artista

No livro 'Ser Artista, guia para uma carreira sólida no mundo da atuação" o agente Marcus Montenegro e o escritor e roteirista Arnaldo Bloch nos guiam rumo ao mágico e sedutor mundo da atuação. Por meio da análise de carreiras bem-sucedidas e de depoimentos de artistas brasileiros das mais diversas áreas - de atores como Irene Ravache (entre outros), figurinistas, de dançarinos a fotógrafos, os autores oferecem orientações fundamentais e dicas exclusivas para quem quer realizar o sonho de trabalhar na fascinante indústria do entretenimento.

Autores:
 Marcus Montenegro | Arnaldo Bloch
Harper Collins, 2020, 384 páginas

 


Novos Baianos

 

Em seu primeiro livro, "Caí na estrada com os Novos Baianos", Marília Aguiar rememora os anos em que conviveu com o grupo de músicos e faz retrato de uma época de grandes transformações. Como observadora privilegiada e integrante daquela família irreverente, Marília relata algumas das deliciosas histórias do grupo, com o qual dividiu casas e viveu experiências marcantes durante dez anos. Um documento fascinante e divertido, recheado de registros fotográficos. O prefácio é de  Zélia Duncan e texto de orelha de Cao Hamburger.

Autora:
Marília Aguiar
Editora Agir. 240 páginas

 

Diário de Bollywood

Há alguns anos, uma nova estética cinematográfica tem chamado a atenção do público: tramas românticas, roupas coloridas, cenários opulentos e muita música marcam o atual cinema indiano, cuja indústria é conhecida mundialmente como Bollywood. O livro desvenda o funcionamento de Bollywood, mostrando por que ela é a maior produtora de filmes do mundo. Recheada de fatos curiosos, entrevistas exclusivas e fotografias, a obra traça também um paralelo do cinema indiano com o de Hollywood e o da América Latina.

Autor:
Franthiesco Ballerinia
Summus Editoria, 2009, 128 páginas

 


Mais Títulos para Você
Discos do Crepúsculo
Autor: Cadão Volpato

Cadão Volpato faz uma coletânea de contos que se interligam de forma leve e contínua. Este é um livro sobre os anos 80. Sobre a música dos anos 80. Sobre ouvir, e fazer, e viver, música naquela década. Sobre crescer nos anos 80, em São Paulo, no mundo, ouvindo música, fazendo música, vivendo música. Sem saudosismo. Os desenhos são do próprio autor. Editora Numa, 2017. 190 páginas.

Guia Prático de Meditação
Autora: Khalis Chacel

Não pretendo neste livro fornecer as bases científicas da meditação - existem muitas - . nem mostrar que você pode ter uma vida melhor com uma prática regular, tampouco provar que a humanidade no mundo atual precisa dela mais do que nunca; se chegou até aqui, tem seus próprios motivos para se interessar por meditação, e isso basta. O que desejo é que seja um guia fácil e interessante para que em muito pouco tempo você tenha uma prática diária de meditação. Então, verá por si mesmo os seus efeitos em sua vida e irá perceber as transformações que trará para sí. Editora Numa, 2019. 104 páginas.

Catálogo Indisciplinado
Autor: Silvio Tendler

Silvio Tendler está completando 70 anos de idade, sendo 52 anos dedicados ao cinema, com mais de 60 filmes realizados e vários prêmios mundo afora. São dele as três maiores bilheterias do cinema documentário no país: O Mundo Mágico dos Trapalhões (1,8 milhão de espectadores), Jango (1 milhão de espectadores) e Os Anos JK (800 mil espectadores). Batizado pelo amigo Arnaldo Carrilho como "o cineasta dos vencidos ou o cineasta dos sonhos interrompidos", Tendler está lançando - pela editora Lacre - o Catálogo Indisciplinado, com toda a sua filmografia ilustrada e comentada pelo historiador José Carlos Sebe Bom Meihy. Editora Lacre. 96 páginas.

 
Oito Escritores
Autor: Michele Mari

Oito escritores é um dos contos mais originais e a primeira obra publicada no Brasil de um grande autor italiano contemporâneo, Michele Mari. Nessa narrativa, que relê o imaginário das leituras da infância do autor, misturando o registro autobiográfico e o fantástico. No livro, oito dos maiores romancistas de aventuras de mar (Conrad, Defoe, London, Melville, Poe, Salgari, Stevenson e Verne) dão vida a um grande duelo literário, que deixará apenas um vencedor: quem será o melhor? Editora Rafael Copetti, 42 páginas.

Casa Grande e Seus Demônios
Autor: Gilvan Ribeiro/Casagrande

Demônios à solta” não são mera figura de linguagem. Eles aparecem logo no título do primeiro capítulo do livro Casagrande e seus demônios, tratando daqueles fantasmas que rondam a vida de uma pessoa em desequilíbrio físico e emocional. Os “demônios” ilustram bem a reviravolta na vida de Walter Casagrande Júnior, que foi de ídolo do esporte a viciado em cocaína e heroína. Nesse livro, Casão, ex-jogador do Corinthians, querido da torcida, integrante da Democracia Corintiana junto com Sócrates, e comentarista da TV Globo, expõe sem firulas ao jornalista Gilvan Ribeiro, coautor do livro, todo o seu declínio e restabelecimento. Editora Globo, 2013. 246 páginas.

Aldeia dos Mortos
Autor: Adriana Vieira Lomard

O livro "Aldeia dos Mortos" escrito por Adriana Vieira Lomar, chama a atenção pela originalidade. Na narrativa, o protagonista é um feto que percebe tudo o que se passa fora da barriga da mãe, que participa da vida familiar e dos diferentes aspectos do universo físico e existencial ao seu redor. Um feto que anda na rua, segue os passos dos personagens, tenta interferir na história, apesar de não ter ainda nascido. Editora Patuá, 192 página

 
Elmira-Alegria e Comiseração Autor: Guilherme Dias

A história de Elmira, passada num casarão do Alto da Boa Vista, se mistura com a história da família do Sr. Rangel e sua esposa, de seu filho Jonas, de sua jovem esposa Letícia, dos cinco filhos do casal e os 18 netos, entrelaçando se o tempo todo com a do Brasil e do mundo, no século XX. Guilherme usa no romance seus conhecimentos de historiador para criar um pano de fundo bem consistente. O leitor vai aprender muito sobre a história brasileira e mundial com ele, de forma agradável, já que os ensinamentos são ministrados através da literatura e não numa sala de aula." Editora Lacre, 2019. 248 páginas.

66 Poemas
Autor: Valerio Magrelli

O livro reúne poemas escolhidos pelo autor entre 7 livros, ou seja, é o balanço de um percurso que se mostra um dos mais originais da literatura italiana recente. A precisão da visão e sua deformação, a ironia, os aspectos do cotidiano que podem ser uma abertura para reflexões de cunho mais filosófico são todos elementos presentes nessa densa trama intertextual. Coleção Atemporais, 2020. 212 páginas.

Subterrâneos do Futebol
Autor: João Saldanha

"Subterrâneos do Futebol: 100 anos João Saldanha", publicado pela primeira vez em 1963, conta as histórias do tempo em que esteve como treinador do Botafogo. Escrito em estilo coloquial, como numa conversa de botequim, Saldanha descreve os jogos, as viagens, o clima nas concentrações, fofocas, brincadeiras e confusões – histórias impagáveis do “grande circo do futebol brasileiro”, conforme ele dizia. São crônicas que envolvem Garrincha, Nilton Santos, Zagallo e outros craques eternizados pelo futebol brasileiro! de estilo direto e sem “papas-na-língua”, ninguém segurava o audacioso, mas muito competente, João Saldanha - maior jornalista esportivo do país.  Editora Lacre. 2017. 256 páginas.

 
Rebelde Todo Dia
Autor: Arthur Poerner

Livro de memórias do Arthur Poerner, que foi colunista do jornal Correio da Manhã na década de 60, editor da Rede Globo nos anos 80, professor da UERJ e Presidente do MIS - RJ até meados dos anos 90. Mestre em Comunicação e Cultura pela UFRJ, seu livro de memórias conta com o prefácio do grande jornalista e escritor Zuernir Ventura onde ele nos conta que: "Sempre se disse que a vida de Arthur Poerner dava um livro. Pois deu. E que livro! Um livro de aventuras e peripécias, muitas de risco. Dos meus colegas de profissão e amigos dos "anos rebeldes" e dos "anos de chumbo" não conheci nenhum mais eclético e atuante, mais plural e desprendido, mais universal. Ele confessou uma vez: "Nunca fui daqueles intelectuais reclusos e distantes. Gosto do contato com gente de todas as áreas, do samba, da política, do futebol, do candomblé, do movimento negro, da cultura popular". Um lançamento da Editora Lacre, 2019. 376 páginas

Todas as Mulheres dos Presidentes
Autores: Ciça Guedes e Murilo Fiuza
 de Melo

Há uma infinidade de biografias, perfis e ensaios sobres os presidentes do Brasil, mas pouco se pesquisou sobre as primeiras-damas. “Todas as mulheres dos presidentes” é um mergulho na história da República vista por uma perspectiva inédita: revela que, mesmo limitadas pelos costumes de suas épocas e pela liturgia do cargo, muitas delas tiveram presença relevante na vida do país. De Mariana da Fonseca a Michelle Bolsonaro, passando por Nair de Teffé, Darcy Vargas, Maria Thereza Goulart, Dulce Figueiredo, Rosane Collor e Ruth Cardoso, os autores (dois jornalistas apaixonados pela história do país) reconstroem a trajetória das 34 primeiras-damas a partir de fatos reveladores, surpreendentes e apagados pelo tempo.  Editora Máquina de Livros, 2019. 336 páginas.


De Olho nas Capas
       
         
 

UM NOVO SHOWGUIDE ESTÁ CHEGANDO. ENQUANTO ISSO, FIQUE EM CASA, ASSISTA UM FILME, LEIA UM LIVRO!

Este site é melhor visualizado na resolução padrão de 1366 x 768 pixels.
Showguide -Tix Prime
® 2001-2021 - Todos os direitos reservados